sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

MEDITAÇÃO E PROJEÇÃO ASTRAL

A meditação é uma ferramenta poderosíssima para compreensão do EU, dominado esta técnica podemos abter resultados edificante diante de tantos problemas do cotidiano, inclusive, doenças que surgem como estresse, dores musculares, dores de cabeças e segundo alguns estudiosos em alguns casos houve cura de doenças mais agressivas como câncer. Quando entramos no estado de "Self" nossa vibração molecular se alinha as barreiras da Tela Búdica (nêutron) e é quando começamos a fazer viagens astrais e começamos a tomar consciência da missão como espírito encarnado, a sua individualidade torna-se aguçada tornando mais calmo, tranqüilo podendo obter com mais facilidade a compreensão da dimensão das coisas de Deus.

Assista ao video para que possas aprender as tecnicas de meditação e mais:



Adj. Amozan

POSTAGEM NO ORKUT


MINHA DOUTRINA
MINHA EVANGELIZAÇÃO


RECENTEMENTE POSTEI EM UMA COMUNIDADE DO VALE DO AMANHECER, O TÓPICO "AONDE ESTÁ O AMOR???
O TEXTO ABAIXO TEM REFERÊNCIA AS ATUAIS INVESTIDAS DE NÓS JAGUARES COM A ATUAL SITUAÇÃO VIVÊNCIADA POR NOSSA DOUTRINA. TRAGO PARA ESTE BLOG ESTE TEXTO TÁMBEM, PARA QUE TODOS POSSAMOS TER NA MINHA VISÃO UMA "VERDADEIRA" POSTURA DIANTE DOS FATOS ATUAIS.


(resposta de um mestre no ORKUT em referência a minha postagem) O AMOR TIROU FERIAS!! MEU CARO E DEPENDENDO DA ROCZ LTDA NAO VAI VOLTAR TAO CEDO infelizmente essa e a VERDADE!!!

(minha postagem)
É ISSO!!!!
É SENDO VERDADEIROS QUE CONSEGUIREMOS CAMINHAR NESTA JORNADA, SOMOS SERES ESPIRITUAIS (CHEIOS DE DEFEITOS E VIRTUDES) VIVENDO, APRENDENDO E ENSINADO, EM UMA VIDA FÍSICA..
PODEMOS VIVER PERFEITAMENTE A MOSTRAR OS ERROS QUE OS OUTROS ESTÃO COMETENDO, PODEMOS VIVER A VIDA A RECLAMAR DE NOSSAS DIFICULDADES, E ESCONDER NOSSAS FRAQUEZAS, OU PODEMOS SER INTEGROS E VERDADEIROS,
BUSCANDO SEMPRE NOS MELHORAR EM TODOS OS INSTANTES DE NOSSAS VIDAS.

QTOS DE NÓS JÁ OLHAMOS (por exemplo) PARA O NOSSO SEIO FAMILIAR? QTOS DE NÓS ENXERGAMOS E IDENTIFICAMOS EM ALGUNS DE NOSSOS FAMILIARES QUE PRECISAMOS SER MAIS COMPREENSÍVEIS? TEMOS EM NOSSAS FAMILIAS VERDADEIROS AJUSTES CARMICOS, PARECIDO COM ESTE QUE VIVEMOS EM NOSSA DOUTRINA (A FAMÍLIA É A BASE DO SER HUMANO).

É HORA DE SERMOS "VERDADEIROS"! PAI SETA BRANCA NOS DIZ QUE É ATRAVÉS DO EVANGELHO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO QUE EVOLUIREMOS, BASEADO NISTO
AFIRMO: DEVEMOS ABOMINAR O PECADO, PORÉM DEVEMOS AMAR O PECADOR!

Estamos à procura da felicidade e da realização dos anseios de nossa alma. Queremos a paz o amor e o sucesso. Muitas pessoas não compreendem que tudo isso depende do modo como investimos o nosso poder de crer no bem. Pensamos ilusoriamente que o mal tem força, sem notar que somos nós que estamos dando força a ele. A TÍTULO DE DEFESA CONTRA AS MALDADES DOS OUTROS, ENVEREDAMOS PELOS CAMINHOS DA FRIEZA, DA AGRESSIVIDADE, DA CONDENAÇÃO, DA CRÍTICA E DO DESAMOR, terminando solitários e carentes de humanidade. Queremos a JUSTIÇA, na ilusão de nos sentirmos preenchidos, mas o resultado sempre é desastroso, pois a VINGANÇA dos FATOS externos não substitui o AMOR reprimido. Dar poder só ao BEM é o único modo de conseguir vencer o EGOÍSMO, o ORGULHO e realizar os objetivos amorosos de nossa alma, vencendo finalmente o Medo de Amar.
A FORÇA QUE O AMOR PROJETA É DESCOMUNAL, NÃO TEMOS O CONTROLE DÊLE, E ISSO NOS TRAZ MÊDO! O HOMEN SÓ SE SENTE SEGURO QUANDO CONSEGUE DOMINAR, CONTROLAR, E MANIPULAR OS SENTIMENTOS.

GRAÇAS A DEUS MEUS IRMÃOS QUE TODOS NÓS POSSAMOS LUTAR SIM!!! MAIS COM AS ARMAS QUE O PAI NOS CONFIOU (A DO SILÊNCIO E DO TRABALHO)

Adj. Armon

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

TRINO AJARÃ - ESCLARECIMENTOS!

Salve Deus,

Jaguares deste amanhecer, o Trino Ajarã mestre Gilberto Zelaya fala sobre a atual situação que o Vale do Amanhecer vem passando devido a falta de amor, humildade e tolerância de alguns mestres que seguem por vaidade ao encalço de títulos e poder, esquecendo que primeiramente tratemos das coisas de Deus na lei do auxílio do divino e amado mestre Jesus.

"Entre a tua verdade e a minha verdade, ela sempre estará no meio"

Baixe aqui o link do audio:
http://www.4shared.com/file/220083013/1ae10b3f/udio_Trino_Ajar_no_Sumaro.html?s=1

Lembrem-se: O conhecimento de que tudo é bom, nos liberta do mal.

Adj. Amozan

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

ÉTICA DO BEM


Minha Doutrina
Minha Evangelização.

Vivemos nos dias de hoje grandes dificuldades em nosso meio familiar, pois na maioria dos problemas estão as faltas MORAIS E ÉTICAS, vias pelas quais se encaminhão VÍCIOS de todas as origens destruindo a base do ser humano que é a FAMÍLIA. Neste pequeno texto poderemos nos conscientizar dos valores a serem adquiridos ou resgatados. Vejamos!
No processo evolutivo o ser humano percebeu a necessidade de viver valores, como fundamentos de sistemas de pensamento, da ética, da estética e do conhecimento. Os valores universais permanentes fundamentam os valores circunstâncias que constituem a ética do Bem.
Verdade, Retidão, Paz, Amor e Não-Violência são valores universais inerentes a interioridade e deles emerge uma ética de alteridade diferenciada. Esses valores definem a condição humana e afloram das relações do ser humano consigo mesmo, com as pessoas, a natureza, o cosmo, e o sagrado. Os objetivos dos Espiritos no sentido de evolução cada vez mais se voltam para os direitos humanos e sociais inalienáveis, liberdade de opinião, virtude, o cuidado e respeito.
Porém se quisermos tornar esses objetivos uma nova realidade de convivência temos que despertar do sono egoísta que nos afastou do nosso ser profundo e dos valores humanos inerentes a cada um de nós. Vivendo valores humanos garantimos os direitos humanos naturalmente. Como os valores humanos não são um discurso, mas o que somos, ninguém ensina valores, mas todos somos capazes de pelo exemplo inspirar valores. Viver valores humanos como o ponto de partida para a construção de uma sociedade mais harmônica nos leva a transcender limites do nosso mundo pessoal, com as vitórias e frustrações eventuais e nos capacita para a universalidade porque entramos em ressonância com a grandeza da alma. Isso nos dá direito a desfrutar de uma vida de amor, alegria, abundancia, coragem e reverência. Para muitos isso pode parecer uma proposta romântica, bonita, mas irrealizável.
Para construir um mundo melhor é preciso aprender a olhar através dos olhos do coração e enxergar novos horizontes além da linha limite da razão simplista e da lógica mecanicista e separatista. Só assim poderemos criar algo novo que nos permita realizar nosso potencial de seres humanos sob o prisma da paz. Os valores humanos nos tornam mais compassivos e sentimos brotar do nosso íntimo maior empatia pelos esforços alheios além de julgarmos menos e compreendermos mais. A medida que nosso coração se abre para os nossos semelhantes, percebemos que as nossas emoções e nossa historia de vida se refletem nas historias de vida das pessoas com as quais interagimos. Muitas vezes as outras pessoas nos servem de exemplo do que fazer ou não, do certo e do errado e nós servimos a elas numa dinâmica de reciprocidade.Todos nós sabemos o poder alentador e renovador de uma conversa amiga. Isso acontece por que a conversa amiga revela harmonia vital entre corações, conversando partilhamos experiências, erros e acertos e saímos desses encontros mais fraternos, e mais tolerantes. Descobrimos nessas ocasiões que a vida adquire qualidade e valor quando aprendemos a querer bem, abrir mão e perdoar para deixar as coisas fluírem naturalmente. As couraças de defesa, as comparações, confrontos e hostilidades nascem do nosso medo de amar e impedem que nos relacionemos pela lucidez, brandura, compaixão, honestidade e respeito. É possível encontrar dentro de nós a maneira de chegar ao coração do outro, e descobrir que a tolerância amorosa é o caminho.
Desse modo as barreiras que existam entre nós e os outros são derrubados e nossa vida se torna mais feliz e sagrada. Martin Luther King disse certa vez que aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas não aprendemos ainda a viver como irmãos. Acredito que é chegada a hora de aprender a conviver se quisermos sobreviver como espécie humana. Vivemos num planeta cuja natureza nos demonstra que a cooperação e a interdependência tecem a teia da vida. A ética do bem se alimenta da energia do amor e é um exercício de autodescoberta de que separatividade e impossibilidade são ilusões e condicionamentos criados pela mente. Pela pratica cotidiana os valores humanos se apresentam como atos espontâneos da alma, e é a forma ideal de aprender a ser o que essencialmente somos essências divinas experimentando na condição humana uma aventura de ascensão de consciência.

É por esta condição de Amar que podemos viver uma Nova Era vindoura anunciada pelos planos espirituais.

Salve Deus.
Adj. Armon

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Acreditarmos mais em nós


É chegado o momento de acreditarmos mais em nós e em nossa força interior. Pois a vida na terra é para crescermos e evoluirmos. Não devemos ter medo de enfrentar as dificuldades e os obstáculos que ela nos impõe, muitas vezes achamos que determinadas situações que acontecem em nossa vida, são castigo e que não devíamos passar, quando na verdade muitas dessas situações não são se quer punitivas como um resgate e sim escolhas feitas por nós antes mesmo de reencarnar, para que possamos aprender e continuar nossa caminhada de maneira mais forte e preparada. Pois "somos seres espirituais passando por uma experiência humana” e é nesse plano que temos a oportunidade de exercer na pratica tudo que aprendemos, com Fé, Discernimento e acima de tudo Amor, pois, tendo isso somos capazes de superar qualquer situação. Lembremo-nos de buscar através da prece, elevando nossos sentimentos e pensamentos a Deus e a Jesus, para que em sintonia com Eles possamos escutar seus conselhos para que nossa caminhada se torne mais leve.

TUNEL DO TEMPO - O INÍCIO DO VALE EM 69

ÁRDUA MISSÃO, PORÉM REALIZADORA. TIA NEIVA NOS TRAZENDO ESTA DOUTRINA DE AMOR E ESLCARECIMENTO.
O TEMPLO SE INICIANDO EM 69

TEMPLO DE MADEIRA EM 1969

TIA NEIVA

MESA EVANGÉLICA AOS PÉS DAS ÁRVORES

ATENDIMENTO AOS PACIENTES AOS PÉS DAS ÁRVORES

OS BRANQUINHOS EM FILA PARA O TRABALHO




















A Metamorfose



Você já observou a borboleta pousada sobre uma folha nova, especialmente escolhida por ela, uma que não caia antes da saída das lagartinhas do ovo, dobrar o abdome até sentir a face inferior da folha e ali colocar o ovo? Por essas maravilhas da natureza, que somente a Providência Divina explica, cada espécie de borboleta sabe exatamente qual o tipo de planta que deve escolher para colocar o ovo que, graças a uma substância viscosa de secagem rápida, fixa-se imediatamente. As borboletas são muito admiradas pela leveza dos seus voos e a beleza do colorido de suas asas. Elas procuram, nas flores, na areia úmida ou em frutos fermentados, o seu alimento, sendo que as flores são muito frequentadas pelas borboletas fêmeas enquanto os machos preferem as areias úmidas. Algumas espécies existem que têm a capacidade de permanecer imóveis por tempo considerável, enquanto outras fazem voos curtos, por vezes muito rápidos, indo de uma flor a outra. Elas buscam a pradaria, as ramadas das árvores, beijam as folhas farfalhantes e driblam o vento apressado. Bailam em meio às gotículas que se desprendem das quedas d'água ou como pétalas voejam, balançando no espaço. Seu matiz é mensagem de alegria. A sua liberdade é um convite à paz. No entanto, dias antes de se mostrarem tão belas não passavam de larvas rastejantes no solo úmido ou na casca apodrecida de algum tronco relegado. Lagartas, jamais sonhariam com os beijos do sol ou com o néctar das flores. Mas, passam as semanas e após a fase de crisálida, ei-las que surgem maravilhosas, coloridas, exuberantes, plenas de vida.
À semelhança da lagarta, vivemos no terreno das experiências humanas. Afinal, chega um dia em que somos convidados a adormecer na carne para despertar na Espiritualidade, planando acima das dificuldades que nos afligiam. É a morte que nos alcança e nos ensina que a vida não se resume num punhado de matéria que entrará em decomposição.Também não é simplesmente um amontoado de episódios marcantes ou insignificantes, promotores de esparsos sorrisos e rios de pranto. A vida é a do Espírito, que vive para além da aduana da morte, tendo como destino a vida na amplidão.
Por isso, quando formos constrangidos a acompanhar, com lágrimas, aquele afeto que se despede das lutas do mundo, rumando para a Espiritualidade ou para o MUNDO INVISÍVEL, não lastimemos, nem nos desesperemos. Mesmo com dores n'alma, despeçamo-nos do coração querido com um suave até logo porque exatamente como as borboletas, ele alcançou a liberdade, enfim.
Ao morrer o corpo, o Espírito que dele se utilizava como de um veículo, se liberta.
Ninguém se aniquila na morte. Muda-se, simplesmente, de estado vibratório,sem que se opere uma mudança nos sentimentos, paixões e anseios naquele que é considerado morto.

Então, que um dia possamos ter uma BOA MORTE e um ótimo despertar para a verdadeira VIDA.


Buena dicha!


sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

SÓ O AMOR LIBERTA



-->
Minha Doutrina
Minha Evangelização.

Passamos a observar todas as situações com os olhos da misericórdia e da compaixão, do entendimento e da compreensão, diante dos erros gerados pelo mal, conseqüência da imperfeição humana.
Tornamo-nos mais sensíveis e tolerantes, por sabermos que todas as vivências representam etapas úteis e necessárias ao processo evolutivo.
A cada novo acontecimento, o espírito se torna mais forte e amadurecido, adquire consciência nova, analisa melhor os fatos, compreende que, à medida que erra, sofre o mesmo que fez o outro sofrer; em contrapartida, ganha em experiência, e, ao entender que o bem gera o bem, junta para si mesmo bem-estar, harmonia e felicidade.
Aprende que, à medida que exercita a compreensão, a tolerância e a paciência, perdoando as ofensas que lhe foram feitas, torna-se um ser melhor, mais livre e mais tranqüilo. Por outro lado, ao reconhecer que errou, a consciência o acusa e, conforme o grau de entendimento alcançado, se arrepende, desejando reparar o prejuízo causado a seu semelhante e, candidatando-se, assim, à mudança de atitudes, passa a trabalhar em benefício do próximo, gerando o bem. Essa transformação produz tal sensação de bem-estar íntimo que o espírito sente-se repleto de contentamento e paz.
Certamente, para que essas mudanças ocorram, faz-se necessário o despertamento da consciência, o que nem sempre se dá naquela oportunidade, exigindo do faltoso ainda mais tempo de aprendizado.
No entanto, ao perceber que os obstáculos se dissolvem, que os problemas se resolvem, que as situações se aclaram e os envolvidos caminham no rumo do entendimento e da concórdia, vencendo rancores, mágoas, ressentimentos e gerando clima de fraternidade entre si, quando não de amizade, experimentamos imensa satisfação de dever cumprido.
Posso afirmar tal coisa, pois, defrontei-me com uma situação de conflito que durante longo tempo gerara trauma em mim, levando-me à amargura e à revolta, por não conseguir perdoar.
Quando a situação se apresentou, e fui obrigado a enfrentar o problema, sofri bastante. Diante, porém, do sofrimento daquele que considerava meu algoz, consegui vê-lo como realmente era, alguém ainda lutando com suas imperfeições. E como exigir de alguém algo que ainda está além de sua capacidade?
E analisando com sinceridade e isenção de ânimo, quem de nós não está lutando para vencer a si mesmo?
Ao conseguir perdoar aquele que considerava meu desafeto, o benefício maior foi meu, pois me libertei das amarras do passado e passei a vê-lo como um irmão com dificuldades, sofredor e aflito. Tornamo-nos bons amigos e hoje trabalhamos juntos.
GRAÇAS A DEUS

Adj. Armon
Mestre Airton Lima

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

DESLOCAMENTO PARA NOVO AIRÃO


Meus Irmãos. Mestres e Ninfas que acompanham a caminhada missionária de Novo Airão. Desejo colocar de uma maneira bem simples e motivadora sem ferir o livre arbítrio de todos nós, a situação tão dificultosa de nossos deslocamentos para NOVO AIRÃO.
É visívelmente notório que nossas viagens ao Templo Nagoito do Amanhecer é cercada de dificuldades! Graças a Deus por isso, porém solicito aos meus irmãos que possamos encontrar uma forma menos desgastante para esta situação.

Coloco agora uma sugestão baseada nas dificuldades que visualizei nestes mêses que caminhamos juntos, Facilitaria muito se:

a- Colocar seu NOME a disposição do Mestre ou Ninfa que esteja formando o grupo de viagem para NOVO AIRÃO (exemplo)

a.1 Mestre Airton disponível, Saída 13/02 sábado 13:00h. Retorno 14/02.

"Entendo que assim poderiamos ter uma noção real de quantidade de mestres que seguirão. Dando uma condição melhor para prover, Alimentação, Estadia e trabalhos a serem realizados no templo."

b- Alternar entre nós Mestres e Ninfas, esta pessoa que fará a lista de missionários para a viagem até NOVO AIRÃO, Evitando assim os desgastes desnecessários, já que todos temos nossos compromissos pessoais.

c- Expor junto ao Presidente e Vice Presidente, suas condições de deslocamento.

d- Entrar em contato via verbal ou qualquer que seja sua condição de contato, deixando sua disponibilidade com o Adj. Nagoito, para que o mesmo possa ter em mãos os Mestres e Ninfas que estão nesta missão.

Meus irmãos venho através deste apresentar uma forma para que nossa jornada seja mais amena juntos.

Esta é apenas uma idéia, gostaria que todos juntassem a esta, outras possibilidades para que juntos façamos o que precisar ser feito.

Sei que os tempos estão difíceis para todos, sei também que todos os esforços que colocamos nesta missão, são por muitas vezes,desconhecidos aos olhos físicos de nossos irmãos, os espinhos que carregamos são invisíveis. Pois muitas das vezes só enxergamos as ROSAS. e é por isso que desde já AGRADEÇO DE CORAÇÃO TUDO AQUILO QUE FOI, E QUE SERÁ FEITO NO SENTIDO DE LEVAR ESTA MISSÃO QUE NOS FOI CONFIADA POR NOSSO SENHOR JESUS CRISTO.

Que o Grandioso Ministro Nagoito juntamente com os demais ministros e guias missionárias, possam trazer a todos nós o Amor na realização desta Missão.

Graças a Deus.



I N T U I Ç Ã O

Este texto é de grande ajuda a todos nós seres encarnados, nos faz perceber o quão importante é o conhecimento de si mesmo, o conhecimento da própria personalidade, por que é através do autoconhecimento que nos resignamos a nossa insignificância, ou seja, é armando contra si mesmo que as armas se tornarão amor e tolerância. E é através da individualidade que a espiritualidade comunica-se conosco.

A intuição designa o modo de um conhecimento imediato, tanto no contato de um acontecimento presente como na penetração de uma realidade existente, um conhecimento instantâneo, podendo ser de duas naturezas:
Sensível ou sensorial, quando se refere à percepção plena de fenômenos materiais; e
Inteligível ou intelectual, quando o Homem penetra em seu próprio ser, contatando sua individualidade com os espíritos que o acompanham.
Na Psicologia, foi classificado, por Jung, como Gestalt, o resultado de uma organização interna, espontânea e inata que dá ao Homem certa tendência para a origem das coisas e o pressentimento de sua evolução e dos acontecimentos. É uma função que não atua por raciocínio, sendo irracional como a sensação, preenchendo lacunas da percepção sensorial.
Jesus disse (Mateus, X, 16 a 20): “Eis que eu vos mando como ovelhas no meio de lobos. Sede prudente como as serpentes e simples como as pombas. Guardai-vos, porém, dos Homens. Arrastar-vos-ão para os seus tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas, e por minha causa sereis levados à presença dos governadores e dos reis, para lhes servirdes, a eles a aos gentios, de testemunho. Quando vos levarem, não cuideis como ou o que haveis de falar. Porque naquela hora vos será inspirado o que haveis de dizer. Porque não sois vós que haveis de falar, mas o Espírito de vosso Pai é o que fala em vós.”
Ao mesmo tempo em que advertia os apóstolos para suas missões, o Divino e Amado Mestre esclarecia o que é a intuição, como vista em nossa Doutrina: a ligação, o principal canal por onde fluem as informações diretamente dos planos espirituais para o médium equilibrado. Pela intuição agem os Mentores, os Cavaleiros, as Guias Missionárias, os Ministros, enfim, toda a Espiritualidade, nos momentos precisos e decisivos da vida do médium.
Na intuição não ocorre interferência nem mistificação, porque é uma ligação direta.Pela intuição é feita, também, a ligação entre a individualidade e a personalidade. Esta só tem a experiência de uma vida inteiramente condicionada pelo carma. A individualidade tem a experiência de todas as vidas que o espírito viveu, tendo ainda a vantagem de não estar condicionada a um mundo físico. Quando, por sua conduta doutrinária, o Homem se liga à sua individualidade, pelo canal interativo, chegam a ele as mensagens de uma longa experiência, exaustivamente vivida, e o Homem erra muito menos.
Quando o médium manipula com mais intensidade a força da Terra num baixo padrão vibratório, seu interoceptível fica saturado de ectoplasma pesado e o Homem perde a agilidade mental, a sensibilidade da intuição, ficando cego e surdo, aguçando seus instintos anímicos e reduzindo a condições precárias seus contatos com a individualidade.
No médium desenvolvido, isso resulta em lapsos agudos de consciência e distúrbios orgânicos. O médium fica inquieto, desarmonizado, tenso, chegando a se revoltar, voltando-se contra os outros, esquecido do que Tia Neiva dizia com freqüência: “Em qualquer hipótese, volte-se contra si mesmo!...

O fato é que muitas das vezes, confundimos nossas intuições com os nossos pensamentos e com isso nos deixando receosos de esclarecimento pessoal e/ou muitas vezes, deixamos de ouvir a voz interior que nos dá as respostas que tanto queremos.

Não ouvir-se é um pecado que considero perdoável, pois a compreensão destes sinais em que nossa mente nos coloca diante de algumas situações em que vivemos, poderá definir as escolhas ou os caminhos a percorrer... Essa intuição ou voz interior que ouvimos sempre nos alerta. Basta ouvir ou perceber os sinais que se manifestam, pois este é o contato da espiritualidade conosco.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

CARTA DE TIA "AGLA KOATAY 108"


Meu Filho Jaguar,



    Salve Deus!

    Sabemos que existem muitas mediunidades, porém, o Doutrinador e o Apará são a base para seguir a missão. Sem o desenvolvimento de um desses aspectos, nada é feito no plano iniciático.

    Muitas vezes vejo-me em situações difíceis, para depois ver um médium se acomodar, acomodando-se em sua mediunidade.

    Todo homem tem sua missão na Terra e, geralmente, vem com seu plexo aberto para cada missão. É possível, também, completar seu tempo em uma e se voltar para outra missão, com muito cuidado, porque cada desenvolvimento desenvolve, também, o seu plexo nos três reinos de sua natureza. Naturalmente, é desenvolvido de acordo com a sua missão.

    Resumindo, veremos que o plexo nervoso é um universo perfeito em miniatura. É o plexo mais dinâmico de nossas emoções. No fundo, é quem governa todos os nossos desejos, e é coerente com a vida na Terra: vida, nascimento e morte. É condensado em células vivas.
    Os plexos regulam os movimentos, sem participação do cérebro automaticamente, por impulsos vindos dos plexos correspondentes. Os influenciam o ritmo da vida psíquica, fazendo, sempre, as suas modificações quando se deslocam um sobre outro. E isto acontece, pelo desenvolvimento e pelas consagrações.

    O médium desenvolvido não deve ficar muito tempo fora da lei de Auxílio, pelo perigo de adoecer. O trabalho e os seus sentimentos são o que alimentam todos os casos do sistema nervoso.

    O veículo do recebimento desta força armazenada no centro apropriado que é o plexo - emite também, nos orgãos internos, segundo sua necessidade momentânea, na concentração das forças centrípeta e centrífuga.

    Eis porque não tenho medo de mistificação, destes aparelhos benditos de Deus. Seu bônus são luminosos porque fluem de seu plexo, que reserva, também o seu Sol interior de suas naturezas. Isto digo, do Doutrinador e do Apará.





    É reparado, filho, que as iniciações são bem diferentes: Cada mediunidade é regulada à sua faixa, que são também, as 12 chaves do ciclo Evangélico Iniciático, após receber o mercúrio significativo, sal, perfume e mirra. Tal é a origem desta tradição cabalística que compõe toda a Magia em uma só palavra - "CONSCIÊNCIA."

    Traduzir este conhecimento é ter a chave e estar a caminho de Deus. E, só nos colocamos a caminho de Deus no Segundo Verbo, que é a palavra realizada por ATOS na linha do amor e na linha do desespero.

    Por exemplo: Estou no Segundo Verbo. Sou uma AGLA. Só podemos nos dar ao luxo de ser uma AGLA, quando temos consciência de todas as coisas e passamos pelas dores da Terra.

    Filho, no dia em que fui consagrada como Koatay 108, não tive tanta emoção, ou não foi igual, àquele quando do meu ingresso no Segundo Verbo AGLA.

    AGLA! gritaram - Agla Koatay 108.

    Vou morrer! pensei - Não é possível!

    Tive medo da regressão, lembrando-me das palavras dos Sábios:

    Não fará o que a Natureza não faz, e a Natureza não fará o que tu poderás fazer! Confiamos a ti todas as Iniciações dolorosas, e nos devolvestes obras de ATOS. Pronunciamos cabalisticamente o nome AGLA, porque sofrestes as provas da Iniciação. Vire-se para o Oriente, porque tens o poder de três raízes na figura de Koatay 108, de Grande Morgano 108 - O Grande Talismã Morgano 108.

    Sim, filho, mesmo as grandes iniciações têm as suas regressões, às vezes muito maiores que as nossas. E na Magia de Nosso Senhor Jesus Cristo - a única que eu conheço, e que também não aceita interferência, há regressão, mesmo pela dor cármica.

    Ao Iniciado de Nosso Senhor Jesus Cristo não é admissível, no mundo cabalístico, dizer que cometeu desatinos levado por correntes negativas, CONSCIÊNCIA é a palavra.

    Se a consciência falhar, entra no quadro de regressão, porém sem qualquer prejuízo do destino traçado aqui na Terra. Somente a esquizofrenia dá este direito, porque os esquizofrênicos recebem pelo seu triste compromisso. O esquizofrênico é atingido em seus dois sistemas: Cérebro - espinhal, que serve as ações e movimentos controlados pelo perispírito, e o vago-simpático, que realiza as funções da vida vegetativa.

    Somente os grandes cientistas voltam com este compromisso, para desafiar sua ciência, sem a ciência de Deus. Porém, ainda não conseguiram, porque, sem Deus, o homem não se encontra senão com sua própria esquizofrenia.

    Em resumo: o iniciado, que fez sua consagração consciente, só irá errar se for esquizofrênico. Estaciona, porém, não regride.

    A regressão, repito, não tira nada físico e não muda o curso da vida. Apenas, perdendo sua proteção o mesmo sofre mais,uma vez que a proteção o vinha ajudando.

    Chamamos desagregação de afeto à estabilidade das contínuas renovações das células. A força de energia, força magnética que muitos homens possuem em abundância para grandes curas, e que, apesar de tudo que aprenderam, deixam-se ficar em seu bem estar, até que este potencial se acabe.

    Salve Deus, filho! Aos poucos vou mostrando os comandos da Magia Cabalística. Não reparem esta cartinha, se estiver confusa. Estou aproveitando as horas aqui no hospital, com o pensamento sempre voltado para o meu filho, em Cristo Jesus.

    Com carinho, Tua Mãe em Cristo Jesus,


Tia Neiva
Brasília (Hospital Santa Lúcia), 27 de outubro de 1981.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

CAVALEIRO CHAPANÃ


Cartas de Tia Neiva
CAVALEIRO CHAPANÃ, em sem data.

Veja aqui quem é o Cavaleiro Chapanã, ou Cavaleiro da Lança Negra, em explicação de Tia Neiva:

Esclarecemos que a entidade Chapanã, conhecida por Cavaleiro da Lança Negra, é integrante da Legião dos Cavaleiros da Luz, é quem representa a Justiça Fatal, a Justiça Divina, o ponto final para uma jornada desregrada e prejudicial pela qual envereda um espírito encarnado, especialmente um Jaguar. Chapanã é o Cavaleiro da Lança Negra, da Legião dos Cavaleiros da Luz (veja Oxan- By), é quem representa a Justiça Fatal.
Aquele que abandona a conduta doutrinária e, por seu livre arbítrio, se deixa levar pelos descaminhos de sua jornada na Terra, prejudicando outros espíritos, sujeita-se a vários e graves transtornos, frutos da Lei de Causa e Efeito. É certo que seus Mentores tentam ajudá-lo, alertando-o de diversas maneiras, mas, por pouco caso ou acomodação, não são atendidos, e aquele espírito vai caindo, cada vez mais fundo, no tenebroso abismo que ele mesmo criou. Chega o triste momento em que, por força de tantos atos negativos, se depara com uma dura realidade: é leiloado no Plano Espiritual. Entra em ação a força da Lança Negra - Chapanã -, que o retira do convívio terrestre, levando aquele espírito para seu novo amo, que o adquiriu em leilão, geralmente habitantes de terríveis cavernas, para que, através do sofrimento, possa adquirir a consciência de seus erros e buscar sua recuperação.
Mas não é só nesses casos que age Chapanã. Ele representa a Justiça e o Poder de Deus Pai Todo Poderoso onde quer que se faça necessária sua presença, especialmente para defender espíritos que sejam demasiadamente exigidos em seus reajustes pelos cobradores, encarnados ou desencarnados. Nos Julgamentos e nos Aramês, Chapanã é representado pela Condessa de Nathanry, a Testemunha de Todos os Tempos.
Oxan-By é um Raio de Olorum, compondo-se por conjunto de forças curadoras que atuam no perispírito e no plexo físico, integrando-se daLegião dos Cavaleiros da Luz, onde estão Reili e Dubali, destacando-se sete Orixás, os quais são:
• Cavaleiro da Lança Rósea - A força do Amor Incondicional;
• Cavaleiro da Lança Vermelha - O poder desobsessivo;
• Cavaleiro da Lança Verde - A cura psíquica, os poderes da mente;
• Cavaleiro da Lança Lilás - A cura do corpo físico;
• Cavaleiro da Lança Azul - O equilíbrio para a Paz Interior;
• Cavaleiro da Lança Negra (Chapanã) - A Justiça Fatal;
• Cavaleiro Dourado (Ou Cavaleiro da Lança Áurea) - A Paz Universal.

“Se trabalharmos bem, temos todas as forças... Se trabalharmos errado, temos o Orixá Chapanã, Lança Negra!” (Tia Neiva, 28.10.77)

Vale do Amanhecer/DF, sem data.

Pai João das Almas


São muitas as lembranças da minha encarnação como escravo em uma fazenda de café no interior paulista. O som da chibata, os gritos dos feitores que saíam à caça dos escravos fugidos, as amas de leite obrigadas a amamentar os filhos da sinhá. Lembranças pungentes de muito sofrimento. Quando a princesa Izabel assinou a Lei Áurea, eu estava velho e muito doente.


A senzala era o único lugar onde o negro conseguia ser livre. Minha história de vida foi muito triste, mas aprendi muito. O sinhô era um homem muito refinado e não me tratava mal, mas a sinhá era uma mulher muito infeliz. Seu coração cheio de fel não sabia amar. Era temida e detestada. Por muito pouco mandava chicotear os escravos da senzala e o sinhô fazia todas suas vontades. Negrinhos eram afastados das suas mães, velhos escravos iam para o tronco e as escravas caseiras tremiam com as ordens da caprichosa sinhá. Eu não me queixava e jamais cultivei o ódio e a vingança. Alguns escravos odiavam os senhores com todas as forças até à morte. No plano espiritual, continuavam a perseguição perturbando os senhores com a força da magia negra e da vingança. Como é bom ser bom! Como é triste ser mau! Quantas lágrimas e sofrimentos os senhores plantaram através de suas atitudes. No entanto, todos caminharemos para a Eterna Felicidade! O caminho mais sublime é o Amor, mas alguns só evoluem através da Dor!

Eu era forte e jovem, mas quando meu grande amor foi vendido, capricho da sinhá, minha saúde nunca mais foi a mesma. Minha vida mudou bastante e o meu consolo eram as rezas. Jamais cultivei a revolta ou a vingança. Os Orixás me davam a paz e o consolo para suportar as provas daquela encarnação.
Pior que a escravidão os grilhões da maldade e do preconceito. Muito pior que nosso sofrimento era o peso dos pecados daqueles que oprimiam seus irmãos de cor.
No dia 13 de maio, a alforria! No entanto, as lembranças marcaram minha vida para sempre. Foi minha encarnação mais proveitosa. Nessa vida de martírios, cultivei a renúncia e a humildade. Quando desencarnei, meu grande amor estava à minha espera. A linda escrava que eu amei e foi vendida já estava no Plano Espiritual ansiosa pelo meu retorno. Somos todos irmãos! Somos todos iguais!

Muito tempo se passou e agora estou novamente na Terra. Não como espírito encarnado, mas como pai velho trabalhando nos terreiros de Umbanda. Minha vestimenta astral é a de preto velho. Escolhi essa missão para estar mais perto dos meus filhos de fé. Muitos precisam de libertação, da alforria da paz e da fé. Essa é a missão dos pretos velhos! Conselho, resignação, amor e paz! Limpar com a fumaça do cachimbo os miasmas do mal e da doença.

Aceitei essa tarefa sublime por muito amar a Humanidade. Conheci o sofrimento, a humilhação e a pobreza.
Minha mensagem é de libertação! Filho de fé liberte-se dos grilhões do orgulho e do egoísmo. Se você está sofrendo, não desanime! Confie no Pai Oxalá que tudo vê e tudo sabe! Faça sua parte no aprimoramento espiritual e na reformulação das suas atitudes. Liberte-se das vibrações negativas do desânimo, da tristeza e do pessimismo. Ame a Terra! Colabore para que esse Planeta melhore cada vez mais e seja um grande Lar de Amor! Liberte-se do peso da angústia através do Amor! Perdoe seus inimigos, porque Oxalá é o exemplo de Perdão e Misericórdia!

Desejo que Oxalá o ilumine hoje e sempre! Nascemos para vencer e evoluir! Nascemos para conviver com Amor e tolerância! Somos todos irmãos! Nascemos para cumprir apenas uma passagem! A verdadeira vida é a vida espiritual!

Pai João das Almas (Mensagem psicografada por Sandra)

O querido pai velho Pai João das Almas nos acompanha desde o nascimento! Ele teve uma vida pregressa como escravo negro no Brasil.

HISTÓRIA DE ARAGANA

Salve Deus!

Meus filhos, nunca se esqueçam que tudo é consciência.
Não podemos ficar alheios ao nosso passado, no que fizemos, ou deixamos de fazer, pois no ciclo evolutivo da vida não podemos deixar marcas por onde passamos.
Às vezes, por inconsciência, vaidade ou mesmo auto-afirmação, prejudicamos alguém e continuamos nossa marcha como se nada tivesse acontecido, mas, um dia acontece o reencontro, tem que haver o reencontro, e a prisão é o meio mais sutil, pois há Amor e consciência, assim como nesta historia de ARAGANA.
Veja como Deus não tem pressa:
ARAGANA, hoje, é um espírito muito evoluído, é uma Guia Missionária, porém, na sua passagem pela Terra, assassinou seu marido, que morreu com muito ódio e ficou aprisionado na escuridão.
Passaram-se muitos anos, ARAGANA encontrou sua ALMA GÊMEA... Mas não podia voltar a sua ORIGEM, deixando um inimigo sofrendo as conseqüências.
Todos se preocupavam com o sofrimento de ARAGANA, pois era um espírito bom e trabalhador, e era impossível voltar a Terra. Tinham que tirá-la das garras daquele terrível espírito e tinham certeza que ele só voltaria para Deus sentindo-se justiçado.
Foi então reunido um conselho de Entidades, incluindo Ministros... Assim, decidiram, num Plano Superior, fazerem um tribunal para julgar ARAGANA na presença daquele espírito SOFREDOR, que sentia por ela e por toda aquela “gente” um ódio terrível.
O “advogado” deu inicio ao grande julgamento.
Foi um choque terrível para ARAGANA, que chorava muito, sentindo vergonha daqueles que se achavam presentes: CAVALEIROS, GUIAS MISSIONÁRIAS, MINISTROS... Enfim, sentia vergonha de todo aquele povo.
Os debates eram terríveis ... E prosseguiam aquele julgamento tão serio.
O espírito foi sendo DOUTRINADO, enquanto ARAGANA, sentada a sua frente, expressava todo seu amor, pedindo que Jesus o libertasse. O SOFREDOR, vendo que ARAGANA se humilhava e lhe transmitia todo aquele amor, não suportou mais e gritou que parassem, pois ele não desejava mais vê-la naquele sofrimento. Por ele, ARAGANA estava perdoada e, em prantos voltou a Deus.
Terminado aquele sofrimento, tudo ficou bem e, tempos depois ele ingressou na LEGIÃO DO GRANDIOSO MESTRES LÁZARO. Passando muitos anos eles se encontraram num PLANO que ele não conhecia, mas, a libertação total havia lhe dado fácil adaptação mesmo ainda em lugares desconhecidos.
ARAGANA, durante sua “prisão” não podia participar das GRANDES ESCALADAS com seus companheiros, em nenhum Trabalho onde sua Luz pudesse aparecer. ARAGANA E PAI SETA BRANCA acharam por bem contar esta história através da minha CLARIVIDÊNCIA buscando lhes mostrar a seriedade desta PRISÃO.
Meus filhos, sem a ajuda dos CAVALEIROS VERDES, seria impossível termos esta oportunidade de trazer até aqui um espírito MILENAR, para uma DOUTRINA, IMCORPORADO, pois um espírito desses IRRADIA DO ESPAÇO até aqui... Eles não vem até aqui, ou seja, não vem a este PLANO, mas nos PROJETAM e nos atacam de qualquer maneira. Mas, tudo acontece pela bênção de Deus.
TIA NEIVA

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

AOS MESTRES DOS TURNOS


MEU FILHO JAGUAR:

A tua história, rica é, de nobreza, de gestos altos, de ação heróica e brilhante, de esplendor. O tempo mudou a vida, filho. Procura atualizar os teus pensamentos, para criar e desenvolver aquilo que a noite nos mostrou.
Custei a entender os homens desta tribo e, à beira do abismo, consegui esconder as suas armas, que até então, estavam viradas contra seus próprios irmãos. Logo, armei-me contra mim mesma e, pelo caminho de Jesus, estas armas vão se transformando em amor e tolerância.
Filho, move-se o mundo das descobertas científicas, e o homem, com suas armas, não saberá para onde ir. A tecnologia deveria ser a nossa realização, porém, ameaça destruir a paz.
Em meio dos acontecimentos, filhos, temos que nos preparar para assimilar os fenômenos. Temos que aprender e, para isto, formei, entre vocês, os turnos em missões específicas em cada atribuição. Por exemplo: TURNO AMOROS - São mestres que deverão cuidar da manutenção da indução. Verificar se está precisando de alguma coisa que seja na estética, por exemplo: Luzes, cortinas e demais materiais para o perfeito funcionamento do trabalho, observando as escalas dos mestres, fazendo bonito o seu ambiente , enfim, formar em seu ambiente tudo que for necessário em seu favor. Porém, o que mais me preocupa, são as chamadas em turno que irei fazer nas aulas constantes, para a reparação do que digo acima.
Meus filhos, estas atribuições são para que cada um de vós entenda e se habitue a pensar que temos, também, uma missão material e não é possível continuar sem conhecê-la. Estamos preparados para organizar as Estrelas e, seus responsáveis, podem preparar mestres para os dias determinados de trabalho.
Veja, agora, os diversos tipos de Trinos e suas atribuições:

AMOROS - São mestres que deverão cuidar da manutenção dos trabalhos de indução.
AGANAROS - São mestres que deverão cuidar de tudo o que se refere aos prisioneiros.
ADONARES - São mestres liberados por mim, para cuidarem de recursos financeiros.
VALÚRIOS - São os mestres que deverão cuidar da manutenção dos trabalhos da mesa evangélica.
ADELAMOS - São os mestres que deverão cuidar da manutenção dos tronos vermelhos e amarelos.
MATUROS - São os mestres que deverão cuidar da manutenção dos trabalhos de sudário
SAVANOS - São os mestres que deverão cuidar da manutenção dos trabalhos de Randy.
MURANOS - São os médiuns que deverão tomar conta da manutenção dos trabalhos de desenvolvimento dos médiuns.
TAVORES - São os mestres responsáveis pela manutenção e conservação da estrela candente, unificação e pirâmide.
GALEROS - São os mestres que deverão cuidar da manutenção dos trabalhos de cura e junção.
GRAMOUROS - São os mestres que deverão cuidar da manutenção do trabalho de iniciação dharman-oxinto.
VOGUES - São os mestres que deverão cuidar dos pagezinhos e das crianças em geral que estiverem nas imediações do templo.
VENÁRIO - É o trino que se dispõe ao lado do seu adjunto maior e assume toda a burocracia. É o trino regente do seu adjunto.
TAMAROS - São os mestres responsáveis por todo o ritual do oráculo.
AJOUROS - São mestres indicados por mim. São mestres que podem ser regentes dos presidentes triadas. Estes mestres vão receber missões no Templo Mãe e nos templos externos.
ADJUNTO TRINO - São mestres que devem procurar a sintonia dos Adjuntos Maiores, obedecer as escalas e procurar, sempre, solucionar as missões difíceis do seu adjunto.
VENÁRIO ESPECIAL - De acordo com o seu adjunto, ele age na organização e coordenação do seu povo. Na falta do seu adjunto ele é o regente, como se fosse um comandante. Porém, as escalas são individuais e em primeiro plano está a escala do 1.° Mestre Jaguar. Não te esqueças que estando de acordo com o seu adjunto, estarás também de acordo com o seu Ministro. Tu és, sempre, Regente do teu Adjunto Maior.
AVAGANOS - São meus assessores. São mestres preparados para trabalhar ao meu lado e, por este motivo, eles desenvolvem trabalhos doutrinários e levam ao meu conhecimento, que sou a Regência de Pai SETA BRANCA. Porém continuam a obedecer as escalas do 1.° Mestre Jaguar. Os AVAGANOS são Trinos, Cavaleiros Especiais, ninfas sol e lua. Eles já têm consciência de seus afazeres. Seria muito bom ter pelo menos um AVAGANO todos os dias na casa grande.
DORAMOS - É o trino conselheiro, que deve opinar ao lado dos Adjuntos Maiores, formar reuniões, tomar conhecimento dos erros doutrinários e levar ao meu conhecimento, que estou na Regência de Pai Seta Branca. Os DORAMOS ESPECIAIS, recebem dos DORAMOS TÉCNICOS as necessidades. Corrigem o que for possível, formando o ambiente dos mestres DORAMOS, sem precipitação.
JANDA - São mestras consagração. Por enquanto, como JANDA só estou consagrando a ninfa sol yuricy Delma, até que ela aponte outra JANDA para a sua falange. JANDA tem a missão de fazer consagrações improvisadas desde que os mestres Barros, Fróes, Tia Neiva em Koatay 108, ou ainda o Adjunto do mestre que está sendo consagrado, dê a devida permissão.
Meu filho, não deixe que outros chamem sua atenção. Não chame a atenção dos outros. Lembre-se: Mestres ensinando Mestres.
Finalmente, os Trinos ao lado de seus Cavaleiros, sempre esclarecendo do seu trabalho aos VENÁRIOS ou ADJUNTO MAIOR.
Entre vós, meus filhos, Trinos deve haver grande acordo e formar nos Turnos, tuas conveniências em matéria de coordenação.
Logo depois virão outras missões.
COM CARINHO, A MÃE EM CRISTO JESUS,


TIA NEIVA

VALE DO AMANHECER, 22 DE FEVEREIRO DE 1983